blog

Brasil será sede do Campeonato Mundial de Skate Park

Modalidade, que funciona como um híbrido das outras modalidades de skate, está no programa olímpico de Tóquio em 2020

Com o skate incluído no programa olímpico, o esporte está cada vez mais atraindo a atenção do público brasileiro. Uma ótima oportunidade para aumentar ainda mais a popularidade do nosso esporte no país acontecerá no segundo semestre: a cidade de São Paulo foi anunciada como sede do Campeonato Mundial de Skate Park, que vai rolar entre os dias 10 e 15 de setembro, no Parque Cândido Portinari.

Principal competição do esporte em 2019, o Campeonato Mundial será o torneio que mais contará pontos para o ranking que será levado em conta para a classificação olímpica. O atual campeão mundial masculino de Park é o brasileiro Pedro Barros, que venceu o título do campeonato disputado no ano passado em Nanquim, na China.

No feminino, o melhor resultado brasileiro foi de Isadora Pacheco, que se classificou para a final e ficou na 8ª posição. A campeã foi a japonesa Sakura Yosozumi.

O campeonato de setembro, que será disputado em São Paulo, será o segundo mundial da categoria com chancela da World Skate, federação reconhecida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) como responsável pelos campeonatos de skate.

Mistura de tudo

O skate Park é uma das modalidades que estarão presentes na Olimpíada de Tóquio, em 2020 – a outra é o Street, que já é mais consolidada entre os amantes do esporte. O Park é uma das modalidades mais novas do skate e funciona como uma junção de todas as outras.

A pista de Park possui bowls, banks e um pouco das características de Street, o que força o skatista que pratica a modalidade a ser bastante versátil.

Outra característica é que os obstáculos de uma pista Park precisam, de certa forma, estar conectados, para que o skatista saia de uma manobra e já tenha a oportunidade de emendar outra em seguida. As pistas de Park são diferentes umas das outras, o que torna as competições mais dinâmicas e justas, já que os skatistas geralmente não sabem o que esperar e conhecem a pista na mesma semana.